1963

Seu José da Mota, nosso querido fundador é Cearense, de Itapipoca, e veio do Nordeste para São Paulo em 1963, aos 17 anos. Instalado no Brás, conhecia muito sobre culinária nordestina e principalmente sobre negócios. Ali mesmo, teve contato com grandes nomes da cultura Nordestina na famosa pensão da Dona Biu, como Luiz Gonzaga, Waldick Soriano e outros.

1963

1972

Em 1972, já residindo na Penha, comprou uma mercearia antiga e a transformou em seu primeiro negócio, um boteco. Reformou com muito zelo e esforço, e quando o local estava do jeito sonhado, deu o nome de “Minha deusa”, inspirado no fatídico bordão do personagem Tony Carrado, interpretado por Nuno Leal na novela Mandala. A novela foi um sucesso. O boteco também.

1972

O Minha deusa, no coração da Penha, conquistou o público. A casa, como Sr. José da Mota gosta de contar, contava com variados tipos de comidinhas de boteco, mas o que chamava mais atenção era o “bolinho minha deusa”. Um bolinho de carne especial com o nome do tão famoso bordão e do boteco para ser o carro chefe da casa.

1972

1987

Após muito sucesso e muitas conquistas, em 1987 Sr. José comprou o terreno onde hoje está situado o famoso “Tiquatirão”. Trabalhou arduamente até aprontar o famoso “Barcão”, que foi e continua sendo um enorme sucesso! Um restaurante de variedades, mas com especialidade em peixes e frutos do mar, o restaurante é hoje um ponto de referência da Tiquatira, e sua história se une a história da famosa avenida no coração da Penha. Com a nova casa pronta, o Minha deusa acabou sendo vendido.

1990 (?)

Com o sucesso do Tiquatirão garantido, Sr. José se voltou para uma de suas casas, na rua Namaxi 155, Penha. Longe de esquecer de suas raízes, ele sempre frequentava uma Casa do Norte, com boa comida que o lembrava do Ceará. O problema: A casa tinha apenas um balcão, onde ele tinha de comer em pé. E foi daí que uma grande ideia surgiu. Um lugar com boa comida nordestina, que o Sr. José conhecia tão bem, e que traduzisse a cultura Cearense em um ambiente familiar. Ali, naquele diagnóstico, começava a nascer o “Panelão do Norte”.

1990 (?)

2000

No ano de 2000, nascia no coração da Penha o melhor restaurante de comida Nordestina da Zona Leste. Devoto de Padre Cicero, Sr. José embasou cada um de seus negócios na Fé, no trabalho e na honestidade. O Panelão do Norte é a síntese desses valores. Aqui você encontra o Ceará dentro de uma casa, que te envolve com cultura, beleza, alegria e principalmente, boa comida!

Horário de funcionamento

Segunda a quinta 11h30 ás 23h30

Sextas e sábados das 11h30 ás 00h30

Domingo e feriados das 11h30 ás 23h30

Música ao Vivo

Quinta feira : 20h30 às 23h00 I Sexta feira: 21h00 às 00h00

Sábado almoço: 13h00 às 18h00 - jantar: 21h00 às 00h30

Domingo: 13h00 às 17h00

Informações e reservas:
Panelão Penha - R. Namaxi, 155 - (11) 2647-7805 / (11) 94023-3856
Panelão Anália - Av. Ver. Abel Ferreira, 1106 - (11) 2673-8944 / (11) 94025-5836

Não aceitamos cheques, trabalhamos com os cartões:

Image
©2021 Panelão do Norte. Todos os direitos reservados. Designed By Nobre Web Design